ZIKA VÍRUS

análise, discussões e impactos no Brasil

  • Gabriela Caroline Coelho Canossa Faculdade de Tecnologia de Catanduva (FATEC) – SP – Brasil
  • Leticia Bugança Stelute Faculdade de Tecnologia de Catanduva (FATEC) – SP – Brasil
  • Daltro Cella Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil e Universidade de Araraquara (Uniara) – SP – Brasil

Resumo

O Zika é uma doença que está aumentando no Brasil desde 2014. O vetor causador é o Aedes aegypti, que por meio de sua picada, pode transmitir o vírus, causando a microcefalia e deixar consequências ao longo de toda a vida. Além do crescimento dos casos de microcefalia, o Zika vírus gera grandes problemas que envolvem toda a sociedade e a economia do país. Pode-se citar o custo do tratamento médico da criança microcefálica e de sua família, pois seus familiares deixarão de trabalhar para dar suporte e acompanhamento ao tratamento. Tem também o custo do saneamento básico, que é primordial para o combate ao mosquito, e a elaboração de políticas públicas de melhorias nas condições de vida da população. Desta forma, o presente trabalho analisou tais aspectos econômicos e ambientais para a compreensão da influência do vírus e os fatores que proporcionaram o crescimento do vetor. Realizou-se uma pesquisa bibliográfica para entender os efeitos do Zika vírus e seus impactos econômicos, sociais e ambientais. Também foram estimados os principais custos relacionados à microcefalia, a perda de rendimentos dos familiares da criança microcefálica e ao investimento do país com saneamento básico.

Palavras-chave

Publicado
29/07/2017
Como citar este artigo
CANOSSA, Gabriela Caroline Coelho; STELUTE, Leticia Bugança; CELLA, Daltro. ZIKA VÍRUS. Revista Interface Tecnológica, [S.l.], v. 14, n. 1, p. 21, jul. 2017. ISSN 2447-0864. Disponível em: <http://159.203.166.88/index.php/interfacetecnologica/article/view/138>. Acesso em: 21 nov. 2017.
Formatos para citação deste artigo
Seção
Tecnologia em Gestão Empresarial